Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

21/10/2013

Técnicas que estimulam a criatividade dos indivíduos

A criatividade é algo que faz parte do ser humano e que ao longo dos séculos tem sido aplicada em inventos e inovações que mudaram o mundo. Porém, é importante destacar que ela precisa ser estimulada desde a infância para que, quando adulto, a pessoa possa aplicá-la no trabalho, em casa, no dia a dia. Mesmo assim, paira uma dúvida no ar, como se dá o processo criativo?
O artigo “Apenas um toc” busca responder a esta questão e aponta que o processo criativo surge de um conjunto de informações e conhecimentos que são utilizados com o objetivo de solucionar algum problema ou sanar uma necessidade. E alguns estudiosos acreditam que este processo de criação se dá em diversas etapas, mesmo que a pessoa não perceba. O artigo aponta diferentes estágios do processo criativo.

Na primeira fase, a conscientização, a pessoa passa a conhecer a natureza do problema, a necessidade ou desafio, o prazo para a identificação de uma solução, os recursos que podem ser aplicados na resolução. Na etapa seguinte, a de preparação, faz-se o cruzamento das informações e materiais disponíveis com possibilidades, relacionamento e levantando hipóteses.

Já na fase de incubação, as ideias navegam por entre a mente e se misturam a outros pensamentos e fatos – este é o momento que antecede a fase seguinte, a do insight. Depois, na etapa de iluminação ou insight é que o indivíduo tem o sentimento de que encontrou a resolução do problema, que nasce, muitas vezes, por mero acaso. Apesar de se ter a ideia, é importante destacar que esta não é a última etapa. Encerrando os estágios do processo criativo, tem a fase de verificação, que é quando a criação é finalmente observada e comprovada.

O pensando criativo surge como o caminho que leva a ideias e a manipulação do conhecimento e da experiência, sendo o responsável por transformações e busca de soluções. Apesar da procura pela criatividade parecer algo simples, para algumas pessoas não é encarado desta forma, uma vez que necessitam de muitos estímulos para se tornarem criadoras. E é para auxiliar essas pessoas que estudiosos têm desenvolvido algumas ferramentas e técnicas que estimulam a criatividade, como brainstorming (tempestade de ideias), M.E.S.C.R.A.I., método 635, sinética, listagem de atributos, cenários, aproximação, palavras indutoras, etc.

Todas essas ferramentas/técnicas que estimulam a criatividade permitem que o processo criativo comece, uma vez que está é uma das principais dificuldades – iniciar -, e apontam que esse processo pode ser desenvolvido por meio de ações impulsionadoras. O artigo ainda destaca que ser criativo “é buscar o novo, o diferente, buscar a solução de problemas” seja por fórmulas tidas como tradicionais ou não. O ousar sem medo de encarar a possibilidade de errar ou parecer ridículo, quebrar regras, cair e levantar, questionar-se constantemente, são ações que o indivíduo criativo tem e precisa estimular.

Fonte
Artigo Apenas um “Toc”
 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces