Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

19/02/2014

Jum Nakao: preciosismo e sensibilidade estética

O trabalho do designer-artista-estilista Jum Nakao dispensa apresentações e adjetivos. Sua obra fala por si mesma e a competência do profissional há muito é reconhecida.

Diante da riqueza e preciosismo de suas produções, empreendo constantes revisitas aos trabalhos do estilista, pois cada “visita” é uma leitura, é um descortinar de novos conceitos. Um editorial da Vogue Brasil, há poucos meses, trouxe belíssimas fotos de um projeto de Jum Nakao não tão recente – o trabalho é de 2012 e pode soar como “notícia velha”, se considerarmos a efêmera cronologia da moda –, mas excessivamente atual e atemporal, e cujo produto merece ser revisitado sempre: a coleção A Hora do Brasil.

 

Designer-artista-estilista Jum Nakao/ Fonte: site Jum Nakao

Para além da antiga, infindável (e muitas vezes, inócua) querela sobre a identidade da moda nacional, o que o trabalho coordenado com maestria por Jum Nakao apresenta é um conjunto de peças/produtos, conectados com as raízes, riquezas e vocação brasileira, sem, no entanto, se circunscreverem a bairrismos/regionalismos. Ao contrário, que se presta ao olhar é técnica e conceitualmente universal e potente.

Fruto da união de diversas mãos, uma vez que envolveu o trabalho de artesãos, designers, costureiras, estudantes, o trabalho faz jus à proposta do SENAC-CE, Dragão Fashion Brasil e Jum Nakao de propor inovação na geração de produtos de moda, a partir da apropriação de elementos da cultura nordestina. O resultado é primoroso: tramas, texturas, fios, linhas, cores, tipicamente brasileiros e naturalmente travestidos de rusticidade, se conformaram perfeitamente ao feitio de artigos majestosos e luxuosos.

 

 

 

Designer-artista-estilista Jum Nakao/ Fonte: site Jum Nakao

 

Informações e imagens adicionais podem ser encontradas no site (http://www.jumnakao.com.br) do designer.

Vale a pena também conferir o editorial da Vogue, número 418, de junho de 2013.

Por Clícia Machado
Consultora da Federação das indústrias de MG

Leia também…
Thomasine Barnekow: a arte de desenhar acessórios de moda
– Cópia na moda levanta discussão sobre referências e plágio 

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces