Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

11/04/2014

Defeito de costura: franzimentos podem ser evitados

No post anterior foram acordados alguns dos principais tipos de franzimentos de costura, como identificá-los e as precauções que devem ser tomadas para que eles não aconteçam durante a costura das roupas. Neste texto, serão tratados mais alguns dos principais defeitos nas costuras de vestuário.

Franzimento causado por instabilidade do tecido e da linha: este defeito na costura ocorre devido a uma mudança dimensional no tecido e na linha nos tratamentos pós-costura ou lavagem, porque o têxtil e a linha reagem de formas diferentes. Não existe um teste específico para identificar esse problema, porém, um profissional experiente é capaz de identificar o franzimento ao inspecionar visualmente o produto – o defeito aparece na peça depois de passar pelo tratamento.

Para evitar o franzido nestes casos, deve-se tomar alguns cuidados:
– utilizar linhas sintéticas com baixo encolhimento por umidade;
– usar materiais compatíveis na construção da roupa, por exemplo, se forro e tecido encolherem em proporções desiguais vai ocasionar o franzimento da costura.

Franzimento por alimentação: acontece quando há falhas no controle de alimentação da linha de costura, ou seja, quando duas camadas de material não são alimentadas uniformemente, gerando variações mantidas presas pelos pontos. Esse defeito pode ser provocado quando a pressão do pé da máquina de costura é muito alta, gerando fricção excessiva e esticando a camada superior, e quando o operador estica mais uma camada do que a outra quando alimentadas à máquina.

Para identificar este defeito de costura deve-se remover todas as linhas entre os cortes. Quando uma camada é mais longa do que a outra, logo, o franzido é causado por alimentação desigual. Cuidados simples podem evitar a dor de cabeça:
– uso calcador de baixo atrito;
– o calcador deve ser ajustado à pressão adequada, alimentando positiva e uniformemente o tecido;
– analise o sistema de alimentação. Ele deve possuir altura, dentes por polegada e número de fileiras de dentes corretos para o tecido e operação;
– checar se durante a costura o operador não está retendo uma das camadas (inferior ou superior);
– sincronizar a alimentação e o calcador.

Fonte
Coats

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces