Construção de marca: o passo a passo para conseguir se diferenciar no mercado - Audaces

Construção de marca: o passo a passo para conseguir se diferenciar no mercado

Branding. Um termo simples que envolve um conceito complexo. Branding envolve a construção de marca e a sua gestão. Esse processo é bem diferente da produção e da gestão de um produto. A marca, além de envolver um nome, está relacionada à experiência do cliente. E, também, está relacionada com a sensação que ela causa em determinado público-alvo.

Que tal ouvir esse post em vez de ler? Basta clicar no player abaixo!

E é por isso que a construção de marca é tão importante para as empresas que atuam no mercado. O branding é um processo que exige dedicação, talento e muita persistência. Pense, por exemplo, na Coco Chanel. Ela não só traçou os seus objetivos, como enxergou os seus consumidores para entender o que eles realmente buscavam. Assim, formou uma das maiores marcas do mundo, criando conexões e imprimindo personalidade a todos os seus movimentos – do logotipo às abordagens de suas campanhas e coleções.

Entenda melhor a construção de marca no vestuário

O branding aplicado à moda segue o mesmo padrão de todas as outras estratégias de construção de marca, seja qual for o segmento em que a empresa atue. Resumidamente, o objetivo final é o de posicionar a marca no mercado de forma com que ela seja lembrada positivamente pelo consumidor.

Para tanto, é muito importante que o seu negócio saiba trabalhar de forma assertiva. Para isso, é preciso conhecer e entender com profundidade o seu público-alvo e oferecer para esse público experiências positivas.

Quando pensamos na Nike, por exemplo, não imaginamos somente o logotipo, que tem presença marcante. Nosso cérebro associa o estímulo visual com sensações distintas, criando um link natural entre o consumo de seus produtos, as missões e valores da companhia.

O slogan “Just do it” transmite a ideia de força, determinação, resistência. Quem veste Nike não está para brincadeira, deseja ir até o fim, sem desistir. Nike é emoção, é personalidade forte, é superação.

A marca é tão forte que se tornou um dos ativos da empresa. Intangível e altamente valioso!

Os pontos de atenção na etapa da construção de marca

O Sebrae Nacional disponibiliza um relatório de inteligência, publicado em 2015, que explora alguns aspectos decisivos na representação de um negócio. São eles:

– Visual

Caracterizado pelo alinhamento dos elementos para criar materiais harmoniosos nos diversos canais de venda da empresa, seja na loja física, seja em plataformas digitais. As marcas mais fortes são facilmente reconhecidas devido a estudos aprofundados que envolvem cores, formatos e nomenclaturas.

– Relacionamento

Ter o consumidor como foco de qualquer ação da companhia é ponto-chave para criar um relacionamento agradável. O cliente que recebe atenção e passa por experiências positivas tem muito mais chances de fidelizar-se à marca, repetir a compra em um momento futuro e indicar a empresa para amigos e familiares.

– Tendências

Acompanhar as principais tendências do mercado é uma atitude essencial, especialmente para as empresas de confecção e vestuário. Estar por dentro das novidades e aplicá-las de acordo com as exigências do público não é apenas uma atitude inteligente, mas primordial no mundo da moda. Esse cuidado e essa atenção valem também para as trends digitais.

– Conteúdo

Estamos vivendo a era da informação, principalmente após a digitalização de dados, processos e empresas. As pessoas estão buscando constantemente dados relevantes, interações ricas e materiais interessantes, que podem agregar valor ao relacionamento entre marca e consumidor. Onde quer que a sua companhia esteja, fale com o seu público. Ofereça respostas, ideias, sugestões e soluções.

– Divulgação

Um dos pilares fundamentais de qualquer estratégia de comunicação é saber investir na divulgação da marca. Conheça o seu público, entenda as suas necessidades e mire com exatidão no alvo que a sua confecção precisa atingir.

O passo a passo para uma construção de marca ter sucesso

É claro que cada negócio exige um estudo específico para a construção de marca. No entanto, existem alguns pontos que precisam estar presentes na lista de afazeres de qualquer empresa de moda determinada a vencer a concorrência e estreitar o relacionamento com os seus consumidores.

O Shopify reuniu conselhos de especialistas do mundo fashion para tentar entender os principais segredos de branding no segmento. Utilizamos o artigo como base para montar um passo a passo que certamente vai ajudar nesse processo. Confira!

#1 Defina o recado que a sua marca quer transmitir

Saiba aonde você quer chegar, defina a sua principal mensagem e entenda o contexto no qual a sua missão está inserida antes de sair por aí atirando para todos os lados.

#2 Trabalhe o seu conteúdo

Adapte-se ao digital. As pessoas estão 100% conectadas e os smartphones tornaram-se o braço direito para qualquer ação. Rapidamente pesquisamos, organizamos, agendamos, compramos ou reservamos pela internet. Esteja online, sempre com conteúdos exclusivos e interessantes.

#3 Crie uma conexão

Primeiras impressões são importantes e podem tanto fidelizar um cliente quanto mandá-lo para longe para sempre – ou quase isso, tornando complicada qualquer chance de reconciliação dele com a sua marca. Por isso, tenha em mente que a forma como o cliente vivencia a sua marca deve ser um processo consistente. A sua marca deve ser vista como uma extensão do seu consumidor.

#4 Identifique um diferencial

Ninguém quer mais do mesmo, essa é uma verdade absoluta quando falamos sobre roupas e estilo. Encontre o que você faz de diferente e invista nisso. Não queira ser igual aos outros. Veja no diferencial da sua empresa um potencial de crescimento para o seu negócio. O que você tem que ninguém mais tem? Como trabalhar nisso para que a sua marca adquira ainda mais força?

#5 Especifique um nicho

É impossível agradar a todos. Portanto, encontre a sua audiência. É muito complicado conseguir oferecer vestuário de qualidade, que esteja de acordo com as expectativas do consumidor e que, de alguma forma, seja personalizado. Essa dificuldade ocorre quando tentamos abordar a moda infantil, teen, adulta, masculina e feminina, plus size, tudo ao mesmo tempo. Estabeleça um foco e trabalhe nele e para ele.

#6 Passe o bastão ao especialista

Invista em uma agência especializada em branding ao invés de tentar fazer tudo sozinho(a). O risco, quando você tenta fazer também esse trabalho, é de que, além de não conseguir entregar um bom trabalho, você investirá tempo e energia em funções que não condizem com a sua experiência. Para um bom resultado, delegue essa função para quem realmente entende do assunto.

Conheça uma inspiração na construção de marca

Por fim, veremos um case de sucesso que serve de inspiração. De acordo com aquele mesmo documento do Sebrae que citamos anteriormente, a FARM começou a sua história em 1997, em uma feira de peças alternativas no Rio de Janeiro.

Com investimento de apenas R$ 1.200, os criadores da marca tinham o público-alvo bem definido desde o início, o que garantiu que o branding da empresa fosse assertivo. Hoje, são mais de 25 lojas espalhadas pelo país.

Sabe como o branding da FARM foi trabalhado?

A marca criou lojas-conceito para melhorar o relacionamento com os seus clientes, trabalhou muito bem online e offline, promoveu ações para fortalecer o contato com consumidores, conta com embaixadoras ao invés de vendedoras, firma parcerias com outras marcas e cria produtos originais.

E então? Gostou das nossas dicas sobre a construção da sua marca de vestuário? Aproveite para compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais e procure outros conteúdos relevantes para a sua empresa aqui no blog ou na nossa página de materiais educativos.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *