Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa
sustentabilidade-na-moda-conhece-museu-fashion-for-good-audaces

13/12/2018

Conhece o Museu Fashion for Good? Confira essa iniciativa que busca a sustentabilidade na moda

A busca por processos mais eficientes do ponto de vista ambiental é uma das maiores preocupações da indústria da moda atualmente. Não por acaso, várias iniciativas vêm surgindo ao longo dos anos para discutir formas de ampliar a sustentabilidade na moda. Entre as mais recentes, podemos destacar o Museu Fashion for Good, inaugurado em outubro de 2018 na cidade de Amsterdã, capital holandesa. Esse é o primeiro museu interativo do mundo sobre inovação sustentável na moda.

O espaço é administrado pela rede global de sustentabilidade Fashion for Good e tem como objetivo conscientizar os visitantes sobre o uso de produtos ecologicamente corretos. Por meio de uma jornada personalizada, é possível saber mais sobre a história por trás de cada peça de roupa, conhecer métodos sustentáveis de fabricação e explorar futuras tecnologias voltadas a esse segmento.

Por que é tão importante falar sobre a sustentabilidade na moda

O consumo de produtos ligados à moda cresce a uma velocidade impressionante. Nos últimos 15 anos, a produção têxtil praticamente dobrou em todo o mundo, de acordo com o relatório A new textiles economy: redesigning fashion’s future, produzido pela Ellen MacArthur Foundation, do Reino Unido.

Do total de peças fabricadas, no entanto, cerca de 60% são descartadas, resultando em uma superprodução que a indústria vem tentando combater de todas as formas.

A subutilização de roupas e a falta de um sistema de reciclagem causa uma série de impactos negativos ao meio ambiente. Um exemplo disso é que, como grande parte dos modelos não comercializados acaba sendo incinerada, as emissões de gases do efeito estufa lançadas na atmosfera fazem desse setor um dos mais poluentes do mundo.

Mas pouco a pouco esse cenário vem sendo revertido por meio de projetos como o Museu Fashion for Good, que alertam sobre a importância da sustentabilidade na moda. A ideia é que o local sirva como um facilitador para a mudança em prol de uma produção que utilize com mais racionalidade os recursos naturais.

Confira os cinco pilares sustentados e defendidos pela iniciativa do Museu Fashion for Good:

  • Materiais: devem ser seguros, saudáveis ​​e projetados para reutilização e reciclagem;
  • Economia: crescente, circular, compartilhada e que signifique benefícios a todos;
  • Energia: renovável e limpa;
  • Água: limpa e disponível para todos;
  • Vida: condições de vida e trabalho justas, seguras e dignas.

Um dos pontos altos do Museu Fashion for Good é a apresentação de mais de 50 tecnologias disruptivas que os visitantes podem explorar nas exposições interativas. Por meio de amostras, peças de vestuário tangíveis, vídeos gráficos em movimento e entrevistas com os idealizadores, as inovações ganham vida. Com isso, fica mais fácil explicar para os visitantes o futuro do setor e as iniciativas em crescimento que visam uma maior sustentabilidade na moda.

Como visitar e o que esperar do Museu Fashion for Good

O novo museu está localizado na sede da Fashion for Good, no centro de Amsterdã, e está aberto sete dias por semana. Ao entrar, o visitante recebe uma pulseira de RFID, onde consegue reunir as informações que mais interessar em uma espécie de guia digital personalizado, chamado de Plano de Ação Good Fashion.

Assim, o engajamento do visitante com as propostas do Museu Fashion for Good continua mesmo após a saída do local. Os interessados em ampliar a sustentabilidade na moda podem aplicar os conhecimentos adquiridos na visita em seu dia a dia.

O espaço também apresenta coleções construídas com base em tópicos inspiradores – sempre tendo como mote a sustentabilidade da moda – e que mudam a cada três meses. Para o lançamento, foi escolhido o tema “Splash: repensando o papel da água na moda”, que apresenta peças inovadoras de Adidas, Parley, Kings of Indigo, Ecoalf, Insane Water, Karün e Miss Bay.

Em um estúdio de design, os visitantes ainda podem criar suas próprias camisetas certificadas Cradle to Cradle (C2C). Nesse conceito, os produtos são fabricados visando a reutilização dos materiais, tanto biológicos quanto tecnológicos, que retornam para o ciclo produtivo de uma maneira quase infinita.

O Museu Fashion for Good conta com o apoio da C&A Foundation e dos parceiros corporativos Adidas, C&A e PVH Corp, juntamente com William McDonough. Para saber mais sobre iniciativas de sustentabilidade na moda, sugerimos a leitura do nosso e-book gratuito “Redesenhando o futuro da indústria da moda: otimize seu modelo operacional com a Indústria 4.0”.

 

Museu Fashion for Good
Endereço: Rokin 102, 1012 KZ Amsterdã, Holanda.
Horários: aberto todos os dias (segundas das 12h às 19h; terças, quartas e sextas das 11h às 19h; quintas das 11h às 21h; sábados das 10h às 18h e domingos das 12h às 18h).
Ingressos: entrada gratuita.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

25/03/2019

Como transformar tendências de moda em produtos rentáveis

Escrito por Audaces

07/03/2019

Conheça os 7 pilares da indústria da moda para a gestão da confecção

Escrito por Audaces

25/02/2019

Audaces 4D: Conheça a nova maneira de produzir moda no mundo

Escrito por Audaces