Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

23/04/2019

Como montar uma marca de moda

Você sabe o que grandes marcas como Versace, Prada, Nike e Off-White têm em comum, além de estarem na lista das 10 marcas mais populares do mundo? Mesmo que cada uma dessas grifes tenha as suas peculiaridades históricas, contribuiu para o seu sucesso o fato de saberem, desde o início, como montar uma marca de moda com conceitos bem definidos.

Se você está começando a sua jornada, saiba que as diversas etapas de planejamento e de pesquisa que fazem parte da estratégia de montar uma marca de moda serão indispensáveis para que você tenha êxito na sua trajetória. Antes de lançar uma nova marca, será preciso, por exemplo, ir muito além do universo fashion. Você terá que absorver conhecimentos de administração, inteligência de mercado, marketing, produção, logística, vendas, entre outros que irão agregar valor à sua marca e torná-la uma referência no mercado.

Branding: conheça os pilares de uma marca de moda

Para construir uma marca de sucesso, seja ela do mundo da moda ou não, é importante ter bem definido desde o início qual o objetivo e o posicionamento que você busca alcançar. Ou seja, você deve se perguntar: como a minha marca será lembrada positivamente pelo consumidor?

O processo de branding para uma marca de moda exige dedicação, talento e persistência. Também é importante que esse conceito esteja alinhado com as expectativas e as necessidades dos consumidores. Dessa forma, a sua empresa conseguirá criar conexões com os seus clientes a partir da personalidade da sua marca.

Vale citarmos o exemplo da marca Tiffany & Co. Referência no mundo da moda, ela extrapolou a venda de joias para tornar-se referência pela sua qualidade e exclusividade, por seus produtos inovadores e por estabelecer uma conexão única com os seus públicos.

Estratégias para definir o público-alvo da sua marca de moda

Mapear as características do cliente que você pretende alcançar talvez seja o ponto mais importante no processo de construção da sua marca de moda, afinal, são esses dados que nortearão a construção da personalidade da sua marca. Lembrando que o seu foco deverá sempre ser o de atender às expectativas e necessidades dos seus públicos.

Realize pesquisas de mercado, estude tendências e troque conhecimento com outros empreendedores do setor para entender para qual tipo de pessoa as suas peças são mais indicadas. Nesse estudo você definirá qual a faixa etária, o sexo e as preferências desse cliente em potencial. A partir disso, delimite em qual segmento de mercado sua marca irá atuar e de que forma ela atingirá esse público.

Esse processo, que faz parte do estabelecimento de qualquer marca de moda, deve ser feito de tempos em tempos ou, conforme a sua empresa crescer, de forma contínua. É importante lembrar que as empresas mudam e os consumidores também evoluem com o passar do tempo. Assim, sua marca sempre precisará se perguntar que lugar terá nesse mercado altamente competitivo e em evolução.

Dicas para lançar a sua marca de moda no mercado

Uma vez definido para quem sua marca se destina e qual conceito você deseja passar a esse público, chegou a hora de pensar em um nome, em um slogan e em um logotipo. Essas serão as formas com as quais o público irá reconhecer a sua marca. Depois da definição desses itens fundamentais na construção da sua marca, registre-a no Inpi (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) para garantir o seu direito sobre ela.

Com as definições sobre a sua marca de moda feitas e antes de lançá-la efetivamente no mercado, estude qual será a sua estratégia de divulgação e onde as peças da sua grife serão vendidas. A partir dessa definição, ficará mais fácil de identificar qual estrutura será necessária para colocar a marca no mercado.

Nesse momento, entre outras questões, você deverá determinar se as suas vendas serão feitas em lojas físicas ou apenas online. Essa questão determinará, por exemplo, o tipo de espaço que você precisará para começar a produção da sua primeira coleção.

Agora, uma dica extra para você que está na fase de definição da sua marca própria: procure produzir peças originais e inovadoras. Recomendamos isso pois simplesmente fazer mais do mesmo não vai trazer para sua marca o diferencial que te levará ao sucesso mais rapidamente. Também busque qualidade e personalização, pois esses são atrativos para o consumidor atual, que está mais exigente e informado.

Evite os 3 erros comuns entre as marcas iniciantes

Agora você já conhece o passo a passo para a construção de uma marca de moda sólida e que tem tudo para ser próspera no mercado. Mas tão importante quanto saber esse passo a passo é você conhecer alguns dos erros mais comuns dos novos empreendedores. Conhecendo esses “deslizes”, você poderá evitá-los com maior facilidade.

Para começar, saiba que pular etapas nem sempre levará você ao caminho do sucesso mais rápido. Confira 3 erros comuns entre as marcas iniciantes e fique atento para não repeti-los:

  1. Não trazer uma identidade clara para o seu público

Fazer pesquisas de mercado para elaborar a melhor estratégia de lançamento para uma marca é importante, mas realizar levantamentos superficiais pode levar ao uso da marca em situações controversas e causar confusão no entendimento da sua proposta pelo público.

Por exemplo, lembre-se de alguns logos, jingles ou campanhas que não deram certo por não passarem uma mensagem clara ou direta quanto às suas intenções. Os resultados são os mais desastrosos possíveis e podem acabar desmoralizando a marca justamente quando ela está tentando ficar conhecida. Esse prejuízo pode impedir seu crescimento ou até retirar uma marca de roupa do mercado.

  1. Não pesquisar sobre o registro da marca

Ao lançar uma marca de moda no mercado, você deve ter em mente que a escolha do nome é um dos passos mais importantes, certo? Agora imagine elaborar toda uma estratégia em cima de um nome e, ao pesquisar no INPI para o registro dessa marca, descobrir que ela está indisponível porque já foi registrada por uma outra empresa ou pessoa. Isso seria péssimo para a estratégia de lançamento da sua marca de moda, não é mesmo?

Por isso, acredite: pesquisar previamente pode evitar muitas dores de cabeça e até mesmo processos judiciais no futuro. Se não houver conflito de propriedades, comece o trâmite para registrar a sua ideia o quanto antes e ter a garantia de uso exclusivo da sua marca.

  1. Mudar constantemente a marca da empresa

Rebranding não tem problema algum, desde que seja feito com alguns critérios para evitar que as mudanças não reduzam a conexão que você construiu com os seus clientes. Assim, faça alterações na sua marca de moda apenas quando os benefícios forem maiores do que os riscos de perder a identidade do negócio. Se esse for o seu caso, lembre-se também de informar essa mudança com clareza para seu público.

Agora você sabe tudo o que precisa fazer para lançar uma marca de moda com muito sucesso no mercado e mantê-la conectada com o seu potencial cliente. Gostou do conteúdo? Deixe sua opinião aqui nos comentários e confira outros textos relacionados com o mercado da moda navegando pelo nosso blog.

2 respostas para “Como montar uma marca de moda”

  1. Delvan disse:

    Adorei este documentário. É uma longa trajetória para começar uma empresa.

    • Audaces disse:

      Olá, Delvan!
      Começar uma marca de moda não é fácil, mas seguindo as nossas dicas fica mais tranquilo!
      Continue acompanhando o blog. 😀

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

21/05/2019

Empresa de uniformes reduz tempo de aprovação de modelo e atinge maior qualidade no produto

Escrito por Audaces

13/05/2019

Saiba por que a moda e a confecção nunca mais serão as mesmas

Escrito por Audaces

07/05/2019

Ganhe produtividade para sua confecção com a Audaces Neocut Bravo

Escrito por Audaces