Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

18/08/2014

Bloqueios à criatividade

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

Sabemos que nos dias de hoje, mais do que nunca, criatividade é uma competência. Ser um profissional empreendedor, inovador, criativo, ousado são características essenciais para se dar bem no mercado de trabalho. E como você vai trazer ideias novas se você for uma pessoa bloqueada, se você não quebra paradigmas nem enfrenta desafios? Todos nós possuímos bloqueios naturais à criatividade. Combater os bloqueios à criatividade faz parte do processo criativo. Geralmente os maiores bloqueios à criatividade está dentro de nós mesmos e dificilmente temos consciência de sua existência. Os inimigos mais difíceis de se combater ou prevenir são aqueles que fazem parte de nossa personalidade. Existem dois tipos de bloqueios, os pessoais/emocionais e os culturais/ambientais. Neste post vou falar um pouco dos pessoais.

 

 

 

 

 

A acomodação e a valorização da rotina são bloqueadores à criatividade. Pessoas acomodadas, que não saem da rotina, tendem a sempre fazer a mesma coisa, criar a mesma coisa, portanto tem mais dificuldade de desenvolver projetos diferentes e inovadores. Precisamos mudar, ousar, conhecer, experimentar diferentes universos para assim sair da nossa rotina e tentar não ficar acomodados. Mudar é sempre uma opção quando se trabalha com criação.
 

 

Outro bloqueio é o imediatismo. Quando somos imediatistas queremos logo a solução do problema, o produto pronto, então, não nos permitimos aproveitar o processo, sendo que muitas vezes ele é mais importante do que o produto final. A experiência é muito importante quando trabalhamos com criação, precisamos ter calma quando criamos, assim conseguimos explorar mais a nossa criatividade. A geração de alternativas pode ser uma fuga ao imediatismo. Quanto mais possibilidades temos, mais temos a opção de escolha, portanto não será a nossa primeira ideia que escolheremos e não iremos direto ao ponto.
 

 

A insegurança e o medo da crítica são inibidores à criatividade também. Quando somos inseguros temos medo de ousar, de apresentar, experimentar e criar coisas diferentes. O medo do ridículo faz com que não expusemos as nossas ideias para os outros e com isso podemos perder oportunidade de desenvolver projetos interessantes. Nem sempre teremos aprovação em nossos projetos, temos que saber lidar com a crítica, seja ela positiva ou negativa.
 

O pessimismo faz com que achemos que nunca nossas ideias são boas ou então que ninguém vai acreditar nelas. Muitas vezes para desenvolver projetos criativos precisamos correr alguns riscos. Precisamos confiar em nosso trabalho para que outros acreditem. Então devemos pensar sempre de forma positiva ao criarmos.

 

 

 

 

 

Lembrando que esses são apenas alguns dos bloqueios à criatividade, devemos então detectar quais são os nossos e tentar lidar com eles. Quanto mais nos conhecermos, mais conseguimos evitar esses pensamentos que podem nos bloquear de alguma maneira. As palavras-chaves são: criar, ousar, experimentar, empreender, mudar, buscar e pesquisar.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces