Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

06/09/2013

Tecidos aplicados às artes visuais

Existiram momentos na história em que a arte teve seu contexto de rigidez e de sensibilidade baseados nos costumes, tradições, questões sociopolíticas, inovações, contraposições, nos quais vários foram os materiais que os artistas de cada época se fizeram valer.

Analisando diversos materiais, entre os quais o tecido, que é um dos objetos dinamizadores de arte contemporânea e paralelamente deixando de lado suas características têxteis, e até suas propriedades físicas, mostrarei numa série de posts que o material em questão é capaz de associação plena à diversas linguagens artísticas.

O tecido ao longo de toda a história da arte, seja ele a base dos grandes mestres da pintura ou o objeto de conceito idealizador de um pensamento, surge como uma grande proposta nas artes visuais.

Sendo considerado uma nova matéria para a arte contemporânea, descaracterizado como suporte (tela) ou utilitário no contexto da moda, o tecido é capaz de percorrer caminhos na arte, transformando-se em poética artística.

 

Tecidos aplicados às artes visuais são destaque em obra de Valèrie Dantas Mota/ Reprodução

O tecido, que originalmente foi suporte de pinturas desde o período renascentista, adquire nova corporeidade e função nos caminhos estéticos e culturais da arte.

Fica difícil desassociar o objeto em estudo como material utilitário da vida cotidiana, principalmente no que diz respeito às vestimentas de um povo. Porém, sob o ponto de vista das artes visuais, os tecidos aplicados às artes visuais podem representar a poética de um artista no seu mais profundo fazer artístico.

O potencial criativo do artista absorve o tecido como elemento de apreciação visual e as linguagens artísticas discutem as diversas aplicações do material.

Na Arte Povera, termo que em 1967 recebe esse nome para justificar um dos movimentos do período, o tecido se apresenta como um dos materiais utilizados fundamentando o conceito de alusão aos materiais humildes, pobres, ou seja, não pertencentes à arte, mas que os artistas empregavam para suas instalações, assemblages, performances.

 

 

 

Reprodução

Fica estabelecido o critério de o tecido ser um material que, muitas vezes foi utilizado na moda e no vestuário durante os séculos para definir entre a humanidade classes sociais, fatos históricos, utilidades em geral, perde suas características habituais para tomar nova apresentação perante a arte.

Por Roberto Rubbo
Professor do SENAC Lapa Faustolo

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces