Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

09/04/2014

Roupas multifuncionais e modulares são transformadas em novas

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

Muitas vezes queremos inovar em nossos produtos, atingir um consumidor que busca diferenciação e experiência de compra. Uma das formas de conseguirmos isso é pensar no pensamento construtivo das peças, pensar na modelagem e na estrutura das nossas peças. Adaptação, manipulação e transformação são as palavras chaves. Adaptar é tornar adequado ou apropriado, transformando ou ajustando, adequar à circunstâncias novas ou modificadas.

Podemos realizar a adaptabilidade no vestuário de diversas formas, na cor, na silhueta, na textura, na estampa e na função das peças. Devemos usar os recursos de criação para decidirmos quais vamos utilizar na hora de construir ou reconstruir esse vestuário.

Duas vertentes deste pensamento são a confecção de roupas multifuncionais e modulares.

Peças multiúso: neste caso devemos pensar em diversas questões. A primeira é para quem estamos criando para saber quais são as funções deste vestuário e como podemos transformá-lo em multiúso. E o que envolve esse multiúso? Envolve o uso prolongado na mesma peça, e a versatilidade.

O pensamento construtivo deste tipo de peça vai além da estética, ele tem que ter um foco na modelagem e confecção. O produto deve ser visualizado em um conjunto. Mesmo dentro das roupas multiúso existem distinções. Por exemplo, como na figura baixo o mesmo vestido se transforma em vários modelos diferentes.
 

Peças multiuso/ Fonte: site Cor de cravo

 

Peças modulares: roupas modulares permitem a participação e experiência criativa do usuário. O designer neste caso deve pensar não no produto final e sim nas possibilidades deste produto. Nesse tipo de pensamento construtivo, temos que pensar o que vamos oferecer para o nosso cliente, se a peça vai se transformar, ou seja, se um casaco pode virar um colete retirando as mangas ou apenas um casaqueto, pois é possível retirar a barra dele ou se a opção será a troca de alguma parte da roupa por outra.

Na imagem abaixo é possível ver três looks que usam as mesmas peças, uma blusa e uma saia. No primeiro, a blusa ganha a aplicação de um babado e, na segunda, uma sobressaia longa. Já no terceiro vemos a blusa e a saia sem aplicação nenhuma.

 

 

 

 

Peças modulares/ Fonte: site Bubblehunter

 

Já nesta imagem tem-se um vestido que, na primeira figura, ganha uma aplicação na barra, na outra, uma aplicação de babado e, por último, a possibilidade de usar sem aplicação.

 

 

 

 

 

 

Vestido modular / Fonte: site Bubblehunter

Já a peça abaixo é um casaco 7/8 que ao retirarmos a barra se transforma em um casaco curto.

 

 

 

 

Casaco modular/ Fonte: site Coolhaus

As possibilidades quando se trata de roupas multifuncionais e modulares são muitas. Para construí-las deve-se pensar na proposta desejada para os produtos e focar no processo construtivo. Gostou? Confira o vídeo abaixo da marca Bubble Hunter e veja quantas possibilidades conseguimos criar a partir destes pensamentos construtivos.

 

Leia também…
Golas das roupas e inovação no produto de moda
O processo de criação de moda
Impacto da tecnologia na produção e no design de moda

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces