Reinvenção do jeans: tecido mistura fios de seda, pet e algodão

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

O jeans é uma peça básica, tradicional do nosso guarda roupa e a cada estação é reinventado, remodelado. Uma forma de fazer essa reinvenção são as diversas tecnologias presentes no mercado que auxiliam ano desenvolvimento de “novas peças”. Com o objetivo de oferecer outras possibilidades, o setor têxtil desenvolve a cada ano novas propostas para atrair as marcas, que por consequência, apostam nelas para apresentar novidades aos consumidores.

Neste semestre, a novidade é a reinvenção do jeans fabricado a partir de fios de seda, de garrafa pet e de algodão. Essa matéria-prima une duas grandes tendências, o luxo e a sustentabilidade, e foi batizada de jeans de luxo. O valor do material é mais alto que o tradicional, mas pode ser uma maneira de diferenciar os produtos.

O material passou por diversos testes até que o resultado fosse o esperado pelo fabricante. A designer e diretora da empresa Glicínia Seterenaski (O Casulo Feliz) relatou que o pet por ser de poliéster esquenta muito no corpo e o algodão auxilia a neutralizar a temperatura e dar conforto ao usuário.

O jeans de seda pode ser considerado um produto ambientalmente sustentável. A fibra de algodão, do pet e ocasulo de seda usados pela empresa são os descartados pela indústria, contribuindo assim para o utilização de matéria-prima que seria descartada, obtendo um reaproveitamento de quase 100%.
Pelas características das fibras escolhidas, o jeans de seda não necessita de acabamentos e amaciamentos, reduzindo ainda mais o impacto ambiental destes dois processos industrias ao proporcionar economia de água e o não uso de produtos químicos.

Reinvenção do jeans
Por ser leve, macio, confortável e com tons de prata, o jeans de seda é procurado por várias marcas. Elas testam o material na confecção de diferentes produtos tanto do setor de vestuário quanto em outras áreas, como o mobiliário.

A empresa que desenvolveu o produto é a O Casulo Feliz de Maringá (PR), conhecida por ser ambiental e socialmente responsável. A firma desenvolve seda sustentável, produzidos a partir de casulos rejeitados pelos cultivadores do bicho-da-seda da região. Todo o processo de cultivo, fabricação, fiação, tecelagem e tingimento é realizado de forma manual e sempre com atitudes sustentáveis.
 

Reinvenção do jeans: tecido é feito de seda, algodão e garrafa pet/ Reprodução

 

Leia também…
– Novos tecidos ampliam possibilidades da moda
Tecidos especiais: classificação e construções
– Tipos de beneficiamentos que podem ser aplicados aos tecidos
 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *