Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

12/06/2013

Marcações nos moldes: conheça símbolos mais usados

No post do final do mês de maio sobre a série sobre o capítulo dois do livro “A Bíblia da Costura” foram apresentadas mais algumas características da modelagem, como os principais símbolos utilizados em moldes. E para expandir ainda mais os conhecimentos sobre modelagem, neste texto da série será abordado o significado das marcações nos moldes.

Todas as peças de uma molagem necessitam de marcações para que as pessoas possam reconhecer e identificar as especificações de uma ou mais as partes de uma roupa. Essas representações formam um conjunto de símbolos que são utilizados como guia para designar o corte, direção do fio, bainha, pences, entre outros. Abaixo segue uma lista dos elementos mais utilizados para fazer as marcações nos moldes.

1 – Linha de corte: está é a linha externa ao molde e pode ser representada também pelo símbolo de uma tesoura. Também pode aparecer no interior dos moldes com o objetivo de representar um corte de uma peça mais curta, um decote mais profundo, entre outros.

2 – Linha de costura: representada geralmente por uma linha tracejada distante cerca de 1,5 cm da linha de corte. Quando a modelagem não possui ponto indicativo de corte, esta linha pode servir de guia.

3 – Setas pequenas: esses elementos são utilizados em alguns moldes para indicar o sentido da costura. Alguns moldes trazem o desenho de um pé calcador com a mesma finalidade.

4 – Sinais de encontro: estes são símbolos em forma de losango usados para unir as partes com precisão. Podem aparecer uma ou mais marcas nas partes a serem unidas com os números e as posições correspondentes.

5 – Círculos: são colocados nas modelagens a fim de auxiliar na junção das peças. Também usado para indicar informações e detalhes de montagem ou o fim de uma costura.
 

Divulgação

 

6 – Colchete com setas: as setas indicam que a linha fina externa deve ser colocada exatamente sobre a borda do tecido.

7 – Pences: linhas tracejadas – idênticas às utilizadas para apontar pontos de costura – que indicam o local da pence. Alguns moldes podem ter uma linha central contínua, marcando a dobra da pence.

8 – Posição do Zíper: marcações nos moldes localizadas na linha da costura que indicam o comprimento do zíper.

9 – Direção do fio: esta marcação é composta por uma linha reta com setas nas pontas e deve ser colocada na direção do fio do tecido.

10 – Linha da bainha: este elemento indica o comprimento recomendado para a peça de vestuário. Caso não haja esta indicação, as informação devem estar na parte externa inferior do molde (como no exemplo).
 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

superproducao-automacao-ajuda-ampliar-lucros-eliminar-superproducao-audaces

11/12/2018

Veja como a automação ajuda a ampliar os seus lucros e a eliminar a superprodução

Escrito por Audaces

10/12/2018

Qual a importância da cronoanálise no processo produtivo de moda

Escrito por Audaces

realidade-aumentada-marcas-criam-moda-audaces

06/12/2018

Conheça marcas que criam moda com realidade aumentada

Escrito por Audaces