Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

10/05/2013

Indústria têxtil: matéria-prima pode ser natural ou química

A indústria têxtil utiliza diversos tipos de matéria-prima a fim de oferecer, ao mercado e às empresas de confecção, as mais diferentes soluções em fibras. Conhecer os tipos de tecidos e como cada material utilizado se comporta é essencial para os profissionais do setor de vestuário, pois podem direcionar com propriedade qual trama é mais adequada a cada tipo de roupa.

As matérias-primas utilizadas na indústria têxtil podem ser de origem natural ou química. Os fios que provêm da natureza podem vir de fonte animal, como a lã e a seda, ou vegetal, como o linho, o rami e o algodão (muito utilizado na indústria têxtil).

Já as matérias-primas de origem química, utilizadas na indústria têxtil podem ser de procedência vegetal ou petroquímica e classificadas como artificiais e sintéticas. Os fios artificiais, como o acetato e a viscose, são confeccionados a partir da celulose presente na polpa da madeira ou no línder do algodão.

As fibras sintéticas são produzidas utilizando como matéria-prima produtos químicos da indústria petroquímica. As mais usadas são o poliéster, o náilon (poliamida), o acrílico e a lycra (elastano). Abaixo segue uma lista que aborda as principais características de alguns fios naturais e químicos. Para conhecer outros materiais pode-se acessar o texto “Principais matérias-primas utilizadas na indústria”.

Matérias-primas naturais usadas na indústria têxtil

Algodão: fibra de origem vegetal que pode ser produzido em praticamente todos os continentes. É uma planta de cultura delicada e necessita de grande quantidade de pesticidas para combater as pragas.

Lã: este fio provém de origem animal e é a segunda fibra mais produzida no Brasil. É um filamento maleável, que não amassa com facilidade e bastante resistente a desgaste.

Matérias-primas químicas usadas na indústria têxtil

Viscose: esta fibra artificial possui maior absorvição de umidade do que o algodão, maior alongamento da fibra, possui toque suave e macio e pode ser misturado a outros fios.

Elastano: comercializada também com o nome de lycra, esta fibra se destaca pela rápida recuperação após a distensão e possui boa resistência tênsil. Pode ser misturada a outros fios, o que proporciona conforto às roupas.

 

Leia mais:

Matéria-prima da indústria têxtil: fios têxteis e tecidos

Estrutura da cadeia produtiva têxtil e de confecção

Produção têxtil: características e propriedades dos tecidos

Tipo de tecido: como escolher o certo para cada roupa?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

20/08/2019

Ganhe eficiência na modelagem de roupa com o Audaces 360

Escrito por Audaces

sala-de-corte-4.0

13/08/2019

Sala de corte 4.0: planeje e controle a sua produção com mais assertividade

Escrito por Audaces

08/08/2019

Conheça as previsões para a indústria da moda até 2025

Escrito por Audaces