Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

11/01/2016

Entenda os diferentes tipos de estampas

Por Nai Salvi

Designer de Moda, especialista em Criação e mestranda em Gestão do Design (UFSC)

 

Olá, leitores do Blog Falando de Criação.

As estampas são ferramentas visuais bastante exploradas pelos criadores de moda. Você já observou como elas mudam, ficam mais ou menos coloridas, mais ou menos geométricas de uma temporada para outra? Os desenhos variam bastante, mas nunca saem de cena. Ainda que discretos, sempre aparecem na grande maioria das coleções. E você sabia que existem diferentes tipos de estampas? Se quiser conhecer quais são elas, basta continuar a leitura do post de hoje!

Em geral, existem três diferentes tipos de estampas: as localizadas, as rotativas (ou corridas) e as digitais. As estampas localizadas se referem a estampas fixas em determinados locais da peça. Elas podem ser produzidas a partir de várias técnicas, como silkscreen ou serigrafia, através de transfers, como é o caso da estampa por sublimação. 

Exemplo de estampa localizada em uma camiseta

Já as estampas rotativas são feitas por meio de um processo industrial, que representa uma sequência de padrões preenchendo toda ou determinadas áreas da superfície do tecido. Seu processo de produção é diferente, pois ao invés da gravação de quadros ou impressão de transfers, são feitas gravações em cilindros metálicos com micro perfurações, por onde a tinta passa do rolo ao tecido. Assim como funciona com os quadros, as estampas são divididas em matizes, cada cor do desenho deve ser gravada em um cilindro diferente. Por esta razão, observamos que muitas estampas se limitam a três ou quatro cores. Quanto mais cores uma estampa possui, mais caro é o seu processo de fabricação.

Exemplo de estampa rotativa

O outro tipo é a estampa digital, que é fabricada por uma tecnologia específica. Ela consiste na impressão do desenho diretamente sobre a superfície do tecido. Sua precisão e possibilidade de exploração de cores e perfeição são incomparáveis com os métodos tradicionais. Porém, possuem alto custo de produção e algumas restrições, como a fibra do tecido que receberá a estampa, pois não são todos que possibilitam uma boa fixação da tinta.

Exemplo de estamparia digital aplicada. Por Naly Cabral, para Cycleland. Foto: Adriano Carvaho.

Se ficou alguma dúvida sobre os diferentes tipos de estampas que existem nas confecções é só deixar um comentário no formulário abaixo. Até a próxima!

Saiba mais:

Estampas Pied de Poule e Pie de Coq

Defeitos de estamparia prejudicam qualidade das estampas

Entrevista: Schana Moschen, Designer Têxtil

 

 

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

produto-de-moda-desenvolvimento-industria-4.0-audaces

21/09/2018

Descubra como a Indústria 4.0 melhora o desenvolvimento do produto de moda

Escrito por Audaces

linha-de-tecidos-compra-lead-times-confecção-audaces

19/09/2018

Entenda como funcionam os lead times de uma confecção na compra de uma linha de tecidos

Escrito por Audaces

moda-do-futuro-industria-4.0-audaces

18/09/2018

Como a Audaces contribui com a Indústria 4.0 e para criar a moda do futuro

Escrito por Audaces