Entenda o conceito da Moda com Propósito e como ele pode mudar o rumo da sua empresa

Se você fizer uma breve análise do segmento da moda, ou apenas olhar ao seu redor, observando os seus amigos e conhecidos, é fácil perceber que o público não quer mais comprar apenas por comprar. Essa era – da compra momentânea, por impulso e compulsão – está ficando para trás. Atualmente, o consumidor de moda está fazendo compras cada vez mais conscientes e que signifiquem algo para ele.

A moda está em mudança constante, e as tendências não vão parar de existir. Até porque, quanto mais conectados estamos, maior a conexão com referências e informações relacionadas à moda. Apesar disso, a adoção crescente da tecnologia faz com que o comportamento do consumidor e a forma de produzir das empresas mudem e tenham que se adaptar aos novos tempos. Por tudo isso, está na hora de você conhecer mais sobre a Moda com Propósito.

O que o conceito da Moda com Propósito tem a ver com a busca por experiência do consumidor?

Se é verdade que o mundo cada vez mais conectado aproxima a moda do dia a dia das pessoas, também é verdade que esse mundo conectado modifica a moda. A busca por peças que tragam experiência, que não agridam o meio ambiente e que falem mais do que apenas “estou seguindo uma tendência de moda” é cada vez maior – fato que se deve à população mais conectada nos dias de hoje.

E é justamente essa ideia que o empreendedor André Carvalhal, ex-gerente de marketing da renomada Farm e atual Diretor Co-Criativo da AHLMA, utiliza como base para o conceito de Moda com Propósito, que ele criou e que dá nome ao seu livro.

Segundo esse conceito, as mudanças que vemos hoje vão muito além das roupas. Elas envolvem várias esferas, como a forma com a qual nos relacionamos, nossas escolhas alimentares e de saúde, a música, o meio ambiente, a nossa espiritualidade e muito mais. Tudo que for cultural está conectado à moda e, assim, está em processo de mudança também.

A Moda com Propósito busca mudar a forma como as empresas enxergam todo o processo de criação, produção, venda e tudo que envolva uma marca. A ideia é buscar mais experiência, mais felicidade real, mais significado, mais propósito.

O conceito Moda com Propósito faz sentido para a minha empresa. Mas como começar?

O primeiro passo é avaliar os valores da sua empresa hoje. O que move a sua marca? Quais são os objetivos do seu negócio? Qual a sua missão, como a sua marca está conectada com a sociedade e com a cultura na qual está inserida?

Essas são perguntas que toda empresa de moda – e, talvez, toda empresa de qualquer segmento – deveria estar se fazendo nos tempos atuais. Uma mudança importante na sociedade a nível global está acontecendo.

Mas o que muda para quem produz? Tudo. Se a sua empresa quer estar alinhada com os tempos da Moda com Propósito, a sua marca deveria fazer uma revisão de tudo que tem sido feito até hoje, desde a escolha da matéria prima até os modelos que vão vestir aquela peça na passarela ou nas campanhas, passando também pelos temas que inspiram as coleções e até o que será comunicado com a sua marca.

Na essência, o que a Moda com Propósito propõe para as empresas?

Assim como Carvalhal cita em seu livro, “ao reformular os processos, todas as escolhas têm chance de trabalhar em favor da vida”. Mas o que isso significa no dia a dia da sua empresa? Que, agora, a sua marca precisa ser humana e resgatar os seus valores, porque o propósito vai ser a maior conexão existente entre a sua marca e o seu público.

Hoje – nos próximos meses e anos –, mais do que nunca, a moda deve olhar para as pessoas. Deve perceber que todas elas têm vontades, interesses e hábitos diversos, diferentemente da moda feita há não muito tempo, que via o público como algo rotulável e previsível. Estamos presenciando o fim da massificação, onde expressar o quão único cada um de nós é se tornou essencial, além do que nunca foi tão necessário e possível.

A Moda com Propósito está chegando cada vez com mais força, estando presente em várias marcas, mas ainda estamos em uma fase de transição para uma nova era. Algumas empresas já estão muito à frente, enquanto outras ainda não sabem nem do que isso se trata. De qualquer maneira, uma coisa é certa: todas fazem parte desse momento.

É necessário comunicar algo, entender o que acontece ao seu redor, não subestimar o seu público, compreender que ele é único e diferente e, talvez mais do que isso tudo, estar alinhado com os ideais da sua época. A moda nunca foi tão cultural, tão política e tão ampla.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *