Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

29/10/2013

Consumo de moda masculina: mudanças de hábitos

Foi divulgada recentemente mais uma pesquisa a respeito das mudanças nos hábitos de consumo de moda masculina. Os homens, segundo o estudo, estão perdendo a vergonha em assumir o interesse pela moda e estão em pleno aprendizado no que se refere à imagem pessoal.

Diferentemente dos rótulos divulgados anteriormente, nos quais os homens eram classificados em metrosexuais, ubersexuais, retrosexuais e technosexuais, para citar apenas esses, todas as “categorias” do público masculino têm avançado nos quesitos estética e moda.

Um dos motivos, certamente, está relacionado com o desenvolvimento da tecnologia em dispositivos do dia a dia, tendo os celulares e tablets como exemplos mais diretos. A estratégia das empresas em lançar produtos com “data para morrer” tem trazido para o ambiente masculino o hábito de consumir mais em menos tempo.

Não é à toa que a cada dia uma nova característica inovadora é apresentada nesse universo, seja em computadores portáteis, lâminas de barbear ou calçados. E nesse contexto, o estar em sintonia com o que existe de mais avançado se torna símbolo de status.

Como não poderia deixar de ser, as roupas também entram no circuito, oferecendo algo que durante o último século era assunto quase que exclusivo para o guarda-roupa feminino: a sedução. Hoje em dia, cuidar de si é motivo de admiração e atração.
 

Há pouco tempo o terno sob medida era um dos prazeres de moda masculina/ Reprodução

Segundo a pesquisa, o fenômeno do interesse masculino têm se intensificado nas últimas décadas, e se percebe claramente a oferta de espaços masculinos mais amplos e menos discretos no mercado de varejo.

No passado, um terno sob medida significava um prazer supremo no que tange o consumo de moda masculina. Já as novas gerações, consideram que o prazer em vestir está relacionado com o ser elegante, com o dressing up (expressão em inglês que significa algo como “se aprontar com capricho”).

Este novo conceito não remete a um terno bem cortado necessariamente, mas a um estilo esportivo, informal, casual, nas quais as peças são cuidadosamente combinadas. E isso inclui a adoção de inúmeros acessórios e a consideração da marca de cada produto que compõe o visual.

 

 

 

 

Os homens buscam um visual elegante e mais casual/ Reprodução

É possível observar ainda a efervescência da tendência de bijuterias e joalheria masculina em todas as tribos. Do prendedor de gravatas ao piercing, todos os produtos têm trazido uma carga de moda. Esse fato colabora com a diminuição da importância do clássico, categoria tão presente nas opções de consumo de moda masculina até pouco tempo.

Mas, a distinção de consumo entre gêneros ainda persiste. Para os homens, aspectos relacionados à dimensão social e a funcionalidade das roupas continuam tendo uma supremacia de importância. Portando, o que os homens estão em busca é de produtos que definam e evoquem o seu estilo.
Faz parte do conjunto de indicadores de consumo de moda masculino observar o número de bolsos, a forma de abertura das peças e as propriedades dos tecidos. Para as mulheres, a silhueta, a forma e as cores são os aspectos mais importantes, assim como a mensagem da novidade.

Uma coisa é certa, os homens sabem com muito mais clareza que as mulheres aquilo que os agradam ou não. Cabe a indústria da moda investigar com precisão novas tendências, para oferecer o produto certo, no momento e local ideais.

Por Maria Alice Rocha
Doutora (PhD) em Design de Moda

Leia também…
– Tendências na moda masculina 2014
– Moda masculina floral

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

20/08/2019

Ganhe eficiência na modelagem de roupa com o Audaces 360

Escrito por Audaces

sala-de-corte-4.0

13/08/2019

Sala de corte 4.0: planeje e controle a sua produção com mais assertividade

Escrito por Audaces

08/08/2019

Conheça as previsões para a indústria da moda até 2025

Escrito por Audaces