Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

08/08/2019

Conheça as previsões para a indústria da moda até 2025

Roupas impressas em casa? Softwares que reconhecem nosso biotipo e indicam as melhores peças e combinações? Guarda-roupas virtuais? As previsões para a indústria da moda indicam uma presença cada vez mais forte da automação nesse mercado, seja na linha de produção ou no relacionamento com o consumidor.

Com o e-book “Inovação na Criação de Moda para Indústria: previsões até 2025”, você ficará por dentro das últimas tecnologias para o setor têxtil e de confecções e saberá mais sobre o que ainda está por vir. O material pode ser baixado gratuitamente e é um guia para aqueles que se interessam pelas últimas novidades do setor.

As principais previsões para a indústria da moda 

A Indústria 4.0 vai ditar o ritmo das inovações na indústria da moda daqui para frente. De fato, a chamada 4ª Revolução Industrial tem provocado uma verdadeira revolução no processo de criação desse setor, mostrando que a conectividade é a palavra de ordem. A manufatura aditiva chega para automatizar as operações, aumentar a produtividade, reduzir custos e personalizar a oferta dos produtos da indústria da moda. 

Ao ler o e-book que preparamos para você, será simples entender como a introdução da robótica avançada e de sistemas de conexões máquina-máquina permitem que os equipamentos conversem entre si ao longo da operação, garantindo uma maior integração em toda a cadeia de valor da moda. Isso possibilita, entre outras coisas, a diversificação da oferta, estratégia importante para a sobrevivência dos negócios ligados à indústria da moda.

Outro ganho importante dessa nova realidade para a indústria é que as confecções conseguem oferecer peças cada vez mais customizadas ao consumidor, produzidas em menor tempo e na quantidade exata. Além disso, as fábricas inteligentes têm capacidade e autonomia para agendar manutenções, prever com rapidez falhas nos processos e se adaptar aos requisitos e às mudanças não planejadas na produção. Como as máquinas passam a operar de forma autônoma, as confecções ganham produtividade.  

Com a ajuda da inteligência artificial é possível ainda sugerir peças únicas e combinações de roupas ao consumidor com base em compras anteriores e levando em conta vários fatores externos, como o clima. O resultado é uma experiência de compra totalmente personalizada, com estilos sendo indicados conforme as tendências sazonais e as preferências de cada consumidor.

Como atrair o novo consumidor e produzir com sustentabilidade: questões urgentes

Além de apresentar as últimas tendências e previsões para a indústria da moda no aspecto das máquinas e equipamentos feitos para o setor, o material gratuito que produzimos mostra também como o perfil do consumidor tem mudado ao longo dos anos. Entre as principais transformações está o fato de que esse novo consumidor não procura apenas por um produto e sim por experiências únicas de compra.

Dessa forma, sobreviverá no mercado quem entender que o preço não é mais um diferencial. É preciso se antecipar aos desejos do cliente, criando estratégias direcionadas ao seu humor e aos seus sentimentos. Assim, o sucesso de uma marca de moda dependerá de um planejamento que una o humano com o tecnológico.

Outro aspecto bastante importante abordado no material é a sustentabilidade. A preocupação com relação às transformações climáticas é uma realidade e uma das previsões para a indústria da moda nos próximos anos. Essa preocupação soma-se ao desejo das empresas e dos consumidores de limitar ou reverter os danos causados ao meio ambiente. Na leitura do e-book, você verá algumas iniciativas que vêm sendo adotadas para contornar o problema da superprodução na indústria da moda. 

Outra tendência do setor que já está ganhando corpo é a competição maior por roupas de segunda mão, já que as opções de reúso serão maiores. Os passos iniciais em direção à economia circular já foram dados por plataformas voltadas à Geração Z, como Depop e Grailed – empresas que combinam a revenda de itens exclusivos de marcas de streetwear descoladas, como a Supreme, por exemplo, com peças de segunda mão.

Se você deseja conhecer as principais previsões para a indústria da moda nos próximos anos, não deixe de baixar o nosso material. O download é gratuito!

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

modelagem-e-costura-novo-podcast-apresenta-influenciadora-digital-audaces

20/09/2019

Novo podcast apresenta influenciadora digital que ensina modelagem e costura

Escrito por Audaces

desenvolvimento-de-colecao-de-moda-estrategias-acertar-audaces

19/09/2019

3 estratégias para acertar no desenvolvimento de coleção de moda

Escrito por Audaces

17/09/2019

Gestão de moda: 7 cases de sucesso para se inspirar

Escrito por Audaces