Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

05/03/2018

Conheça a moda Jeans Wear de A a Z

Fabiano Fernandes Reis

Docente das áreas Têxtil e de Vestuário, especialista em Jeans Wear, Mestre em Política Científica e Tecnológica e proprietário da Denim School. A Denim School tem por objetivo oferecer cursos, que visam a formar profissionais de ponta para o mercado Jeans Wear.

 

O tecido denim se caracteriza pelo formato diagonal dos fios, que ganham esta particularidade devido à disposição de sua trama. Esta característica é, basicamente, o que diferencia o denim dos demais tecidos fundamentados em matéria prima natural (algodão). O denim tradicional é um tecido plano, de ligamento em sarja (construção em diagonal) de algodão, produzido a partir de trama em fio cru e urdume em fio tingido com corante.

Lembrando que o índigo é o mais antigo dos corantes. A palavra denim originou-se na França do século XVII a partir da expressão “Serje de Nimes” (Sarja de Nimes), uma referência à cidade de mesmo nome, localizada na região Sul do país. Esta definição se aplicava a um tecido rústico de algodão bastante usado na época por marinheiros e demais trabalhadores.

jeans-wear-audaces-denim

Tecido Denim

 

O surgimento do conceito Jeans Wear

O surgimento do jeans wear, principal subproduto do denim, aconteceu no século XIX. Por volta de 1850, inúmeros imigrantes europeus viajaram até a América vislumbrando riqueza, no auge da denominada “corrida do ouro”. Um comerciante alemão, chamado Oscar Levi Strauss, passou a comercializar lonas, que tinham a finalidade de cobrir as carroças dos mineradores. Mas, devido à saturação do mercado, os seus produtos começaram a se acumular nas prateleiras.

Ao observar o enorme desgaste e a contínua reposição das vestimentas dos mineradores, Strauss inovou ao inventar o uso da lona em uma calça de cinco bolsos extremamente resistente. O sucesso de suas peças logo se difundiu entre os mineradores, porém o uso de material muito rígido e desconfortável levou Levi Strauss a buscar um novo tipo de tecido que tivesse a mesma resistência, porém que proporcionasse maior conforto.

Essas características foram encontradas no tecido de origem francesa produzido na região de Nimes e utilizado por marinheiros. E, a partir desta data, surgiu o conceito jeans wear que, a princípio, era utilizado como roupa de trabalho. Somente no século XX ele passou a ser adotado como vestimenta de uso diário.

jeans-wear-audaces-calça

Exemplar clássico de Jeans Wear.

 

O Mercado Brasileiro de Jeans Wear

A produção nacional de calças jeans wear alcançou um total aproximado de 349 milhões de peças em 2012.

 

Evolução da produção de calças jeans wear no Brasil, entre os anos 2000 e 2012:

jeans-wear-audaces-dados-brasil

Fonte: ABIT (2010) e IEMI (2013).

 

A Indústria de Jeans Wear

A indústria do vestuário Jeans Wear compreende as atividades de produção, comunicação, venda e assistência dos produtos. Sua principal função é descobrir e satisfazer as necessidades dos consumidores com produtos diferenciados, buscando atender toda a demanda do mercado.

O processo produtivo inicia-se com a etapa de planejamento, na qual ocorre a articulação entre os departamentos de criação, técnico-produtivo e comercial, a fim de definir qual será a melhor forma de produção, bem como quais matérias primas serão utilizadas (Reis, 2017).

 

Criação – Jeans Wear

1. Departamento de criação: tem a função de pesquisar tendências de moda Jeans Wear, bem como criar de forma estilizada a coleção a ser lançada para o mercado.

O Audaces Idea, que faz parte da multissolução Audaces 360, é uma referencia para a revolução do processo de criação Jeans Wear.

 

jeans-wear-audaces-audaces-idea

Imagem do Audaces Idea.

 

2. Departamento comercial Jeans Wear: está ligado diretamente ao departamento de criação. Cabe a esse departamento coordenar políticas de marketing, preços, canais de distribuição e práticas de pós-venda, além de estabelecer as fichas de pedidos e prazos de entrega do produto.

 

jeans-wear-audaces-idea-vendas

Tela do software Audaces Idea.

 

3. Departamento técnico-produtivo Jeans Wear: tem como responsabilidade as etapas de modelagem, corte e costura, em que uma equipe de técnicos está apta a solucionar problemas na produção, além de produzir a coleção definida pelo setor de criação.

O processo de confecção Jeans Wear subdivide-se em modelagem, corte, costura, acabamento e revisão. Ele envolve um grande contingente de mão de obra, principalmente na etapa da costura.

 

Modelagem – Jeans Wear

Nesta etapa são preparados os moldes bidimensionais das peças previamente definidas. O responsável (modelista) acompanha a execução tridimensional no denominado “setor de amostra”. Passada esta etapa de execução de protótipo, o modelista preenche a ficha de produção com informações que serão passadas para a próxima etapa de produção.

O Audaces Vestuário, que também faz parte da multissolução Audaces 360, possibilitou maior agilidade no processo de desenvolvimento dos moldes jeans wear, reduzindo o tempo e os custos de produção.

 

jeans-wear-audaces-moldes

Sistema desenvolvido pela Audaces e que faz parte do Audaces 360.

Sala de Corte – Jeans Wear

Na etapa de corte, as peças bidimensionais produzidas na modelagem são dispostas sobre o tecido Denim enfestado (tecido estendido sobre a mesa), onde é colocado o risco produzido no Audaces Encaixe, que também faz parte da multissolução Audaces 360.

Existem diversos métodos de enfestar o tecido, alguns já automatizados e altamente produtivos, bem como métodos de corte com raios laser e jatos de água. Finalizada a etapa de corte, os moldes da peça cortados são identificados por tamanho e partes, e enviados para a próxima etapa, o setor de costura.

 

jeans-wear-audaces-etapa-corte

Tela do software Audaces Encaixe Especialista, que faz parte da multissolução Audaces 360.

 

Sala de Costura – Jeans Wear

Na sala de costura, as partes bidimensionais provenientes da etapa do corte são montadas de forma a produzir uma peça tridimensional. Essa é uma operação complexa, sobretudo no que diz respeito à manipulação do material durante a costura, o que dificulta a sua automatização.

Para produzir determinado tipo de costura, é necessário utilizar a máquina certa, com os acessórios próprios, configurando-se uma produção eficaz utilizando o menor espaço de tempo. A junção das várias partes é, geralmente, efetuada com linhas de costura.

Na produção de Calça Jeans são utilizados:

  • – 11 Tipos de máquinas diferentes
  • – Consumo estimado de linha de costura = 372 metros
  • – Consumo de tecido = 1,20 metros lineares
  • – Peso aproximado = 800 gramas (Tecido 14 Oz)

 

Sala de Acabamento e de Revisão – Jeans Wear

Uma vez que a peça foi costurada, a próxima etapa pela qual ela irá passar é a do acabamento, onde é feito o arremate ou limpeza da peça, retirando as pontas das linhas. Nesta etapa, também ocorre a revisão final das peças e o controle de qualidade, no qual é feito o processo de passadoria e de embalagem dos produtos prontos para a venda (Araújo, 1996).

jeans-wear-audaces-acabamento

Peça após passar pela etapa do Acabamento e Revisão.

 

Lavanderia – Jeans Wear

As lavanderias industriais são fundamentais no mercado Jeans Wear, sendo essa uma importante fonte de inovação e desenvolvimento de produto. Nesta etapa, as peças são submetidas a processos físico-químicos de abrasão e lavagem que permitem a diferenciação de cada uma, individualmente. Atualmente, já existe software para o desenvolvimento completo dos processos de lavanderia diretamente no computador.

jeans-wear-audaces-desenho-lavadora

Desenho de lavadora. Fonte: Tonello, 2017.

 

Processos a Seco – Lavanderia Jeans Wear

O processo físico (a seco) de abrasão é assim denominado por utilizar lixas na etapa de produção e é adotado para imitar o desgaste natural da peça. As peças jeans são lixadas manualmente ou com auxilio de máquinas, procedimento este que faz com que cada peça assuma diferentes formas – padronizadas ou estilizadas, de acordo com modelo estipulado pelo estilista.

 

Lixado

Processo abrasivo de desgaste e retirada de corante do tecido. O lixado possibilita efeitos localizados, e pode ser obtido com lixa ou lixadeira. O processo de lixado é muito utilizado para imitar o efeito de desgaste natural que a roupa acaba apresentando com o tempo de uso.

jeans-wear-audaces-lixado

Maquinário de lixado. Fonte: Tonello, 2017.

 

Efeito Bigode

Processo de desbote (físico ou químico) usado para imitar o efeito de desgaste natural que a roupa acaba apresentando com o tempo de uso. O bigode pode ser feito das seguintes maneiras: lixado manualmente com jato abrasivo ou com laser.

jeans-wear-audaces-lixado-laser

Lixado feito com laser. Fonte: Tonello, 2017.

 

Processos a Úmido – Lavanderia Jeans Wear

Após o processo físico de abrasão, as peças jeans wear estão prontas para a próxima etapa: a lavagem, que é feita em máquinas industriais com tambores rotativos centrífugas e secadoras. Esse é um processo que faz uso de diversos produtos químicos reagentes misturados com pedras especiais como argila expandida, pedra-pomes e pedras vulcânicas, e que ficou conhecido como stonewash (lavagem com pedra), cuja finalidade é acelerar o processo de desgaste da superfície do tecido.

 

 

Bibliografia

Reis, Fabiano Fernandes, 1981 – As Inovações na Indústria Brasileira do Denim / Fabiano Fernandes Reis. – Campinas, SP: [s.n.], 2017.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

10/12/2018

Qual a importância da cronoanálise no processo produtivo de moda

Escrito por Audaces

realidade-aumentada-marcas-criam-moda-audaces

06/12/2018

Conheça marcas que criam moda com realidade aumentada

Escrito por Audaces

marcacoes-internas-molde-descubra-importancia-modelagem-audaces

05/12/2018

Descubra qual é a importância das marcações internas em um molde

Escrito por Audaces