Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

08/01/2016

Como montar uma cartela de cores para uma coleção moda

Por Nai Salvi

Designer de Moda, especialista em Criação e mestranda em Gestão do Design (UFSC)

Olá, leitores do Blog Falando de Criação.

Você sabe como montar uma cartela de cores para uma coleção de moda? Elas são uma ótima fonte de inspiração! São as cores que dão graça para a maioria das peças, evidenciam detalhes através de contrastes, se combinam, se destacam e brincam entre si.

Ela deve ser definida a partir do tema da coleção em correlação com as tendências apresentadas para a temporada. A cartela de cores trabalha diretamente na construção da unidade de coleção, por isso deve ser bem distribuída e equilibrada entre si.

A quantidade de cores varia de acordo com o tamanho da coleção e o número de segmentos a que ela se estende. Quando direcionada a um único público, a cartela pode ter de seis a 12 cores, incluindo preto e branco.

A apresentação da cartela de cores para uma coleção de moda deve sempre ser construída em fundo branco e com formas geométricas simples, como retângulos, triângulos ou elipses. Essas formas permitem a melhor visualização e impedem as interferências visuais. Além disso, cada cor deve ser afastada da outra de 1cm a 2cm e as formas devem ser 2x3cm ou 3x3cm.

Quando impressas, as cartelas devem possuir alta qualidade e serem apresentadas em materiais de pouco brilho, pois a iluminação também interfere na visualização das cores e pode alterar sua percepção significativamente.

Sempre que necessário, a cartela de cores para uma coleção de moda se divide entre cores principais e cores complementares. As principais são as que mais aparecem na coleção e em maior quantidade de modelos. As cores complementares são aquelas utilizadas em detalhes, recortes e estampas e não estão tão presentes quanto as demais.

Cada cor de uma cartela deve possuir um nome, que pode ser o seu nome padrão ou um fictício que tenha relação com tema da coleção. O nome vem acompanhado do código pantone referente àquela tonalidade. Este código alfanumérico representa uma codificação universal, em que os dois primeiros dígitos se referem a gama, terceiro e quarto dígitos são referentes a luminosidade e quantidade de branco e preto e o quinto e sexto dígitos se refere a intensidade da cor.

Uma das coisas que freia a liberdade do designer é a disponibilidade de cores oferecida pelos fabricantes. Eles se baseiam nas tendências para gerar suas opções de produto, mas nem sempre apresentam as tonalidades idealizadas pelos estilistas para compor as coleções.

Saiba mais:

Cores, formas e texturas na moda

Psicodinâmica das cores

Ambientação na ilustração de moda

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

custos-invisiveis-moda-audaces

16/10/2020

O que são custos invisíveis e como eliminá-los da confecção de moda

Escrito por Audaces

gerente-de-producion-actividad-profesional

15/10/2020

Gerente de produção: o que esse profissional realiza?

Escrito por Audaces

tabela-de-medidas

13/10/2020

Tabela de medidas feminina: diversidade de corpos e o que diz a ABNT

Escrito por Audaces