Um Passeio por Bruxellas e a Moda Vintage

Por Lucía Andrea

Designer e empresária de moda

 

Bruxelas, capital da Bélgica, tem o melhor do que podemos chamar de moda vintage. Seu centro histórico, antiquíssimo, está repleto de construções adornadas por monumentos não menos pomposos. E ao embrenhar-se pelas ruazinhas charmosas, não faltam antiquários que logo chamam a atenção pelos seus famosos lustres belgas de cristal, que coexistem harmoniosamente com aparadores, poltronas, bibelôs e artigos de moda vintage resgatados de séculos passados.

 

Praça principal de Bruxelas. Fonte: cvc.com.br

 

Nesse clima moda vintage, comecei a me informar sobre essa tradição saudosista da cidade, e recebi a recomendação de visitar uma feira na Place du Jeu de Balle, próximo ao icônico Palácio de Justiça. Essa feira funciona todos os dias pela manhã, começa cedinho e acaba por volta das 13h. No entanto, nos finais de semana é mais movimentada. Segundo os moradores da cidade, é um espaço tradicionalmente belga, onde é muito provável topar com seus conhecidos em pleno domingo de manhã.

 

Place du Jeu de Balle. Fonte: lalibre.be

 

Chegando lá, a feira superou todas as minhas expectativas. Logo no primeiro stand fui conquistada por vários objetos de porcelana, antiquíssimos, super bem conservados e a preços realmente ótimos. Continuei andando e encontrei absolutamente de tudo: talheres, artefatos de cozinha, óculos, livros e infinidade de objetos de decoração.

 

Mas meu coração parou quando cheguei nos stands de moda vintage. Muitos abrigos que suspeitei serem dos anos 40 e chapéus maravilhosos de todos os tipos, até mesmo os tradicionais fedora com plumas, bem ao estilo Robin Hood! Havia também sapatos incríveis, e claro, bolsas, malas, cintos e carteiras de couro.

 

A feira, no dia em que a visitei. Fonte: Acervo pessoal

 

Foi exatamente no stand das bolsas e carteiras que entreguei todas as minhas habilidades de negociação em francês. Aliás, fui bem aconselhada pelos belgas que nessa feira não se sai sem uma boa negociação pelo preço. Que a negociação é tão tradicional, que o vendedor já espera que você chore um desconto, e ele pode ficar até desapontado se você não o fizer. Já que era assim, me esforcei: de 23€, consegui pagar 12€ por três carteiras de couro do século passado. Baita lábia, hein?

 

Duas das minhas carteiras. Fonte: Acervo pessoal

 

Leia também:

04 Agências de Tendência de Moda que Você Precisa Seguir

Como surgiram as listras na moda

As influências das Cores na Moda

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *