Audaces - Improve your design

Design de moda com foco em resultados para seu negócio

Ícone de Pesquisa

18/07/2013

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte IV)

Neste post, serão abordados os tipos de tecidos utilizados na indústria de confecção que iniciam com as letras N a P.

O post é parte do e-book Tipos de Tecidos – Lista de A a Z. Baixe grátis aqui para tê-lo sempre em suas mãos ou siga conhecendo os tipos tecidos, organizados em ordem alfabética, nesta série de postagens.

Conheça os tipos de tecidos de N a P

Náilon: o termo já foi marca registrada, porém, hoje é utilizado comumente para designar a fibra mais resistente que existe. Apesar de ser bastante durável, esse tecido não é absorvente e, portanto, pode ser desconfortável e muito quente no uso diário. Geralmente o náilon é misturado com outras fibras a fim de aumentar a capacidade de absorção e aumentar a durabilidade de outros fios quando misturados a ele.

Nanzuque: algodão plano, fino, macio ou uma mistura de algodão com a cambria ou a cambria de linho. Usado em lenços e roupas de bebê.

Organdi: trama fina, solta e semitransparente de algodão puro ou misturado. Possui acabamento rugoso e é muito utilizado em cortinas, blusas e trajes para a noite.

Organza: organdi de seda pura rugosa com brilho. Feita também de poliéster, a organza é usada em vestidos de noiva e trajes para a noite.

Otomana: tecido pesado com riscas transversais de diferentes larguras, originalmente feito de seda chamalotada e trama de lã. Este tecido já esteve em alta para roupas de festa, porém, atualmente é mais utilizado para casacos, ternos, becas e estofados.

Oxford: tecido de algodão ou misto, entrelaçado e comumente usado para camisas masculinas.

Paina: este tipo de tecido é composto por uma fibra fofa proveniente da vagem da árvore homônima, usada para encher travesseiros e brinquedos. A paina tem sido substituída por enchimentos sintéticos.

Panamá: tecido em estrutura de cesto. Geralmente é produzido a partir de poliéster e algodão com fios não torcidos dispostos na trama. Utilizado para bordados à mão.

Peau de soie: este tecido é conhecido também como “pele de pêssego”. É uma trama de cetim pesado e liso, possui brilho suave. Pode vir misturado ao poliéster e é geralmente empregado na confecção de vestidos de noivas e trajes para a noite.

Reprodução

Pele de camelo: classificada para fins de catalogação como lã. É leve e, geralmente, em tecido sarjado, proveniente da camada interna e macia do camelo. Hoje é misturada com outras fibras como a lã. Usada em casacos e paletós.

Penas: penas de galo, marabu, avestruz estão disponíveis em várias cores. Geralmente são costuradas em fita de 12 milímetros ou presas por overloque em barbante. Geralmente utilizadas para adornar casacos, roupas formais ou fantasias.

Percal: tecido liso, fino e leve, com acabamento suave. Geralmente produzido a partir de algodão puro ou misturado com poliéster. Estampado ou liso é frequentemente utilizado em lençóis.

Pied-de-poule (tecido quadriculado): este tecido é feito a partir de uma pequena combinação do tecido sarjado e padronagens de cor formadas na sua tessitura. Usado em terno, calças e jaquetas.

Piquê: tecido feito de algodão puro ou misto que possui trama feita em tear de maquineta. Possui pequenos padrões geométricos salientes. Utilizado, geralmente, na confecção de roupas esportivas.

Plumetis: este é um tipo de tecido fino e semitransparente feito a partir de algodão ou com misturas de fios de algodão. Bastante comum em roupas de crianças.

Plush: este é um tecido grosso, com felpa – maior e mais aberta que o veludo – obtida por meio da urdidura de seda, lã, raiom ou mohair. Utilizado na produção de casacos.

Poliéster: fibra sintética feita a partir de derivados do petróleo. Possui uso bastante amplo que vai desde a imitação de seda à mistura com outros fios. A tecnologia está atenuando um dos principais problemas desse tecido: a pouca absorção.

Ponjê: este tecido é feito a partir de trama lisa e leve, com efeito ligeiramente flamê. Comum em blusas e vestidos.

No próximo post, serão abordados os tipos de tecidos que iniciam com as letras de R a T e são utilizados na confecção de roupas.

Fonte: Livro A Bíblia da Costura.

Leia mais:

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte I)

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte II)

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte III)

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte V)

Tipos de tecidos: lista de A a Z (parte VI)

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Você também pode gostar de ler:

20/08/2019

Ganhe eficiência na modelagem de roupa com o Audaces 360

Escrito por Audaces

sala-de-corte-4.0

13/08/2019

Sala de corte 4.0: planeje e controle a sua produção com mais assertividade

Escrito por Audaces

08/08/2019

Conheça as previsões para a indústria da moda até 2025

Escrito por Audaces