Tingimento Artesanal de Roupas: Como Fazer Tie Dye e Batik

Por Lucía Andrea

Designer e empresária de moda

 

O tingimento artesanal de roupas está em alta. Não é raro ver peças em degradê e com cara de tingidas em casa. Embora a indústria realize esses tingimentos em larga escala, a inspiração veio a partir de técnicas artesanais. Duas delas são o Tie Dye e o Batik, que na verdade possuem uma origem mais antiga.

Peças em Tie Dye, na passarela. Fonte: 284brasil.com.br

 

Tie Dye

Tie, em inglês, significa amarrar. E dye, tingir. Esta técnica de tingimento artesanal de roupas consiste, portanto, em isolar certas partes do tecido com amarrações, para então realizar o tingimento sem atingir as áreas amarradas. Esse isolamento do tecido pode também ser feito embrulhando objetos diversos e por meio de costuras. A origem da técnica, no entanto, não é recente. Culturas africanas e asiáticas já a utilizavam, tanto que no Japão ela evoluiu para o shibori e na Tailândia, para o mudmee tie dye.

Tingimento feito por meio de Shibori. Fonte: blogtojapan.wordpress.com.br

Peças tingidas por meio de Mudmee. Fonte: thaidye.com

 

Batik

O Batik é outra técnica de tingimento artesanal de roupas bastante antiga, originária da ilha de Java, na Indonésia. É usada cera para isolar certas regiões do tecido, formando desenhos que permanecerão mesmo após o tingimento.

Batik. Fonte: 123rf.com

 

Fazendo em casa

Para fazer em casa o tingimento artesanal de roupas com a técnica Tie Dye, basta dispor de barbante, corante (aqueles em pó) e uma panela específica para esse fim (pois ela fica manchada). Uma dica é não despejar o pó diretamente na panela, mas colocá-lo em uma trouxinha de tecido para que ele dissolva lentamente e não deixe os tecidos manchados.

 

Uma outra opção é utilizar as tintas Aquarela Silk, que não precisam de enxágue e nem de panela e água quente. Basta amarrar a peça de roupa, umedecê-la com um borrifador de água e depois aplicar a tinta com um pincel. Uma grande vantagem dessa tinta é que ela adere também em tecidos sintéticos, ao contrário do corante em pó que somente funciona em fibras naturais.

 

Para o tingimento artesanal de roupas através do batik, uma maneira mais simples do que trabalhar com a cera, é utilizar delineador têxtil, também conhecido como "guta". É importante, no entanto, esticar o tecido com um bastidor antes de aplicar o delineador. Depois de seco, ele isolará o tecido e não permitirá que o mesmo seja tingido onde foi aplicado.

 

Nos sites Youtube e Pinterest há milhares de tutoriais que ensinam o tingimento artesanal de roupas por meio de Tie Dye e Batik. Mas em todos os casos, o mais importante é a criatividade e claro, a prática adquirida por meio de tentativa e erro. Pegue agora umas peças de roupa do armário e mãos à obra!

Tinta Aquarela Silk, da marca Acrilex. Fonte: acrilex.com.br

 

Leia também:

Tópicos importantes sobre design de superfície e estamparia

Tendência de cores do verão 2017

Moda Funk: entrando no ritmo e fazendo sucesso

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *