Fabricação de tecidos: simetria em tecidos planos e malha

Por Fabiano Reis

Docente das áreas Têxtil e Vestuário, Mestre em Política Científica e Tecnológica e Sócio da Carlota Reis Camisaria Feminina

 

Na fabricação de tecidos, tanto nos tecidos planos quanto em malha, podemos trabalhar com a sua simetria. A simetria é definida como proporções perfeitas e harmoniosas, ou, ainda, uma estrutura que permite que um objeto seja dividido em partes iguais em formato e tamanho. A simetria é conhecida também como Rapport.

Dentro da indústria têxtil, utilizamos a simetria na construção de Tecidos Planos tais como tecidos listrados. Nesse tipo de tecido os fios são dispostos no rolo de urdume onde o inicio do rolo e o seu término têm as mesmas cores e quantidades de fios, ou seja, se o tecido ou rolo de urdume (comprimento do tecido) começa com uma faixa de 20 fios pretos, os últimos 20 fios da faixa do tecido ou rolo de urdume também serão pretos. Com isso, temos um rolo simétrico.

Já no tecido xadrez a simetria ocorrerá tanto no rolo de urdume, que pode ter o mesmo desenho do tecido abaixo, como também na inserção de trama (largura do tecido) no tear.

     

A simetria também ocorre na estamparia têxtil, onde as repetições são impressas no tecido em proporções perfeitas.

Por isso, na fabricação de tecidos a simetria é um conceito tão usual quanto básico.

 

Saiba mais:

Tipos de máquinas industriais utilizadas nas confecções

Preparação de enfesto para agilizar produção

Moda sustentável: Um estudo de maquinários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *