Entrevista – Fernanda Macário

A entrevista do Clube News desta primeira quinzena de setembro é com a especialista em Gerenciamento de Projeto, Planejamento Estratégico, Inteligência de Negócio e Lançamento de novos produtos da área de Business Development da Audaces, Fernanda Macário. Na conversa, a seguir, ela fala sobre alternativas que as confecções podem utilizar para melhorar os processos produtivos, bem como sobre o papel da comunicação entre os setores de uma empresa que produz vestuário. Acompanhe.

Clube News – No contexto econômico presente, marcado por forte concorrência nacional e internacional, o que as confecções precisam fazer para se manterem competitivas?

Fernanda Macário No cenário econômico atual, as confecções precisam primeiramente reduzir suas despesas e reavaliar processos a fim de otimizá-los. Porém, esse é um plano de curto prazo, que ajuda a administrar a crise, porém, não vai solucionar o problema. As empresas precisam inserir inovações em seus processos que aumentem a produtividade. Isto pode ser realizado através da implantação de tecnologias que proporcionam um reajuste de processos que irão garantir uma maior margem de lucratividade a médio e longo prazo.

CN – Como uma comunicação eficaz entre as etapas de produção das peças de vestuário pode influenciar na produtividade do setor?

Fernanda – A comunicação eficaz é um fator fundamental nas etapas de produção.

Podemos comparar a comunicação com um coração. Quando o coração não funciona bem, os demais órgãos no corpo serão afetados. Igualmente é na confecção. A comunicação estabelece o relacionamento entre os envolvidos no processo. Por exemplo, se o setor de criação não comunicar bem como uma peça deve ser devolvida, todas as demais áreas que tiverem que realizar o processo de desenvolvimento desta peça mal comunicada serão prejudicadas. Com isso, as chances de retrabalho, conflitos internos e aumento do custo de produção são grandes.

CN – Na hora de lançar um novo produto, o que as confecções devem levar em conta?

Fernanda – A coleção deve estar alinhada com os objetivos da empresa e as necessidades do consumidor e, ao mesmo tempo, se manter fiel ao estilo da marca, ou seja, fortalecer a sua identidade fortalecendo o vínculo que o seu consumidor possui com ela. E é por isso que o processo é complexo, pois, além de ter que alcançar metas da empresa, é necessário desenvolver um produto adequado para o seu público-alvo alcançando as suas expectativas.

CN – Como as empresas do setor de vestuário podem captar informações dos clientes para criação de novos produtos, bem como medir a satisfação deles com os produtos lançados?

Fernanda – A comunicação digital é uma excelente ferramenta para captação dessas informações. Agora, para definir a coleção, os novos modelos e as tendências, existem algumas etapas que devem ser realizadas. Primeiramente, após você ter definido o seu público-alvo, é necessário realizar uma pesquisa de tendências, ou seja, quais serão as cores da estação, os modelos queridinhos, tipos de costura, estamparia etc. Depois, é necessário que a marca defina um tema para a sua coleção. Nessa fase o que vale é a originalidade e não importa muito como o tema foi escolhido. Dessa forma, será possível criar o painel de inspiração que guiará a coleção. Em seguida, inicia-se a fase de desenho estilizado e técnico, sendo seguido pela peça piloto, produção e divulgação.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *