E-commerce na moda cresce e movimenta compras online

Você sabe o que é e-commerce e se ele pode ser aplicado no setor de moda? Abordaremos este tema em quatro textos diferentes, em que vocês terão uma ideia dos aspectos do comércio de moda na internet. Nesta primeira matéria, será abordado o panorama de como está o desenvolvimento deste mercado.

Com o novo cenário do mercado globalizado e a carência do setor têxtil em soluções tecnológicas para comercialização de seus produtos pela rede, surgiu a motivação para o início de uma investigação sobre assuntos essenciais como as tecnologias disponíveis , tendências do mercado, perfil do consumidor, design centrado no usuário.

Crescimento do e-commerce na moda
A progressão que esta forma de “gerar negócios” está tomando chama a atenção e, para compreender por que muitas empresas investem neste sistema online é importante entender o motivo que leva o comércio online a ganhar destaque nos dias atuais. Por meio da análise dos gráficos abaixo, pode-se verificar que o comércio eletrônico no mundo e mais acentuadamente no Brasil está em crescimento acelerado, motivando ainda mais o consumo em todos os setores. O e-commerce na moda também está crescendo e cada vez mais atingindo consumidores online.

 

 

 

Uma pesquisa realizada pela GSI Commerce, aponta que o consumidor utiliza de forma diversa os recursos da rede para tomada de decisões na hora da consulta e compra.

– 45% dos consumidores preferem comprar roupas através da internet.
– 64% das pessoas disseram consultar uma loja virtual antes de sair às compras em lojas físicas.
– 55% dos entrevistados disseram que é importante ter recursos de busca que facilitem filtrar por suas preferências, por exemplo, por tamanho, cor e preço.

Ainda de acordo com a pesquisa, as fotos dos produtos são fatores importantes nesta construção de comércio, principalmente aquelas com a possibilidade de ampliar a imagem com “zoom” e pelas diferentes perspectivas das fotografias. Outro ponto chave para o e-commerce, de acordo com a pesquisa, é que os comentários de clientes que compraram é fator de relevância e auxilia na tomada de decisão de 46% das pessoas que participaram do estudo. E quando se trata e-commerce na moda, hoje ele ocupa o 6º lugar no ranking de produtos que mais se vende no comércio online brasileiro (E-Bit).

Nos próximos três posts sobre este tema, trataremos das tecnologias disponíveis, do lado positivo do comércio online e do design centrado no usuário, respectivamente.

Por Andrea Zatta
Consultora e Coordenadora da Pós Graduação de moda e Gestão do Senai Londrina

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *