Criação de estampas com carimbo

Por Julia Picoli
Docente no curso de Moda da Feevale e consultora de produto de Moda

A estampa tem sido um recurso muito utilizado pelas empresas para diferenciar seus produtos. Já apresentei para vocês a técnica do stencil e agora vou mostrar a do carimbo. Além de exercitar a nossa criatividade, conseguimos soluções muito bacanas.

Lembra daquele carimbo de batata que fazíamos quando éramos crianças? É mais ou menos a mesma ideia. O material necessário é: EVA, um pedaço de madeira (compensado), estilete, cola para EVA, tintas, pincel e papel.

Primeiro passo: criar os motivos da estampa (os motivos são os desenhos que repetidos vão formar a estampa). Os motivos podem ser variados, podem ser florais, com plantas, animais, formas geométricas.

Segundo passo: desenhar os motivos no EVA, cortar com o estilete e colar no compensado. Já temos o carimbo pronto, assim como o exemplo.

 

 

 

 

Fonte: Reprodução

 

Na próxima imagem, percebemos desenhos diferentes e já colados no compensado. Podemos criar uma grande variedade de desenhos, mais geométricos, mais orgânicos, com detalhes pequenos. O legal é experimentar.

 

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

A partir disso começamos a experimentar. Temos que passar uma camada fina de tinta no Eva e carimbar os motivos, e assim ir construindo a estampa. Nas imagens abaixo temos dois carimbos já usados. Podemos lavá-los e variarmos as cores durante o processo. O importante é não colocar muita tinta, para não borrar e não encharcar o papel ou tecido.

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

Com essa variação de cor conseguimos efeitos muito bacanas. Podemos também misturar os motivos e com isso gerar várias estampas com os mesmos motivos.

No próximo exemplo podemos ver que o fundo da estampa é um degradê e depois foi feita a estampa com os carimbos, isso quer dizer que podemos explorar os fundos também. Quando pintamos o fundo devemos esperar ele secar para depois carimbar.

 

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

No próximo exemplo foi usado o mesmo carimbo, porém em cores diferentes e em posições aleatórias. Podemos brincar à vontade com os carimbos, o importante é desenvolver resultados diferentes com o mesmo carimbo.

 

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

No exemplo a seguir também foi feito um fundo e depois usado o carimbo em diferentes cores. A sobreposição das flores deu um efeito muito interessante.

 

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

 

Este exemplo mostra os carimbos de diferentes formas geométricas e a estampa criada com eles, usando cores diferentes e sobreposição dos carimbos.

 

 

 

 

 

Fonte: Acervo da autora

Possibilidades são quase infinitas com essa técnica, basta se permitir experimentar com os carimbos desenvolvidos. Mudar o fundo, trocar as cores, usar mais de um carimbo na mesma estampa.

E como transformar isso em estampa de tecido para que possa ser comercializada e inserida em coleções? Podemos usar o Corel Draw ou Illustrator – scaneia-se o resultado obtido no papel – e a partir da imagem, é possível vetorizar os motivos criados e reproduzir no software a estampa. Podemos ainda usar o Photoshop para colorir, colocar efeitos e modificar a estampa. Como falei antes, o importante é testar. Mesmo em grandes empresas é possível que a equipe de criação desenvolva métodos diferentes de trabalho, partindo do manual para depois transformá-lo em digital.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *