Conceito de tendências de moda

O termo tendência deriva do latim tendentia, particípio presente e nome plural substantivo do verbo tendere, cujos significados são “tender para”, “inclinar-se para” ou ser “atraído para”. Ou seja, são indícios que uma cultura projeta inconscientemente e podem ser captados e interpretados como futuros comportamentos e preferências, os quais serão canalizados pela indústria da moda em bens e serviços.

O dicionário Houaiss da Língua Portuguesa complementa o conceito acima ao definir tendência como a “evolução de algo num determinado sentido”. Conceito este que se firmou através da subjetividade contemporânea que acredita ser a capacidade de mudar a si próprio e ao meio, um estado ideal e necessário ao desenvolvimento do homem. Um significado que pode ser aplicado, de certa forma, como conceito de tendências de moda.

O conceito de tendências de moda está ligado a análise do que a população quer para os próximos anos/ Reprodução

 

 
Neste setor, adotou-se o conceito de tendências de moda para padronizar a produção, aumentando a assertividade nas vendas. Indústrias de fiação, tecelagem, confecção e designers baseiam-se em pareceres técnicos dos cadernos de tendências (cahiers) e escritórios de coolhunting para delinear qual será o querer da população para os próximos anos. O resultado pode ser visto, por exemplo, duas vezes ao ano em Paris, na Premiere Vision, a maior feira do segmento no mundo, organizada desde 1973, reunindo mais de 2600 expositores e 120 mil profissionais por edição.

Importante diferirmos as tendências em dois grupos. O primeiro grupo é o das tendências de fundo ou trends, que traçam direções que impactarão de forma mais significativa em todos os segmentos sociais, como é o caso da sustentabilidade. O segundo grupo é das microtendências ou fads, que têm menor impacto sociocultural, mas podem exercer forte influência em determinados setores e comportamentos. As tendências de moda geralmente se encaixam neste caso, como, por exemplo, o uso específico de um modelo, uma cor ou um estilo.

De nada adiantaria toda a organização do setor, se as tendências delineadas não fossem amplamente divulgadas, fazendo-se visíveis e desejadas pelos consumidores. A mídia surge como o principal vetor propagador, empregando como notícia os grandes desfiles dos principais criadores e suas marcas.

Os desfiles, ainda, são o principal foco de atenção quando o assunto é tendência de moda. Mesmo que objetivo final seja vender roupas, o mais importante num desfile é apresentar o conceito e a tendência da coleção. Os desfiles são condutores da imaginação, criando vínculos entre o sonho e a realidade. Por este motivo, muitos desavisados se questionam se alguém usaria roupas com tantas extravagâncias. Os exageros nos desfiles são uma forma de evidenciar e marcar a memória das pessoas para uma tendência, exageros que sempre chegam minimizados às lojas.

Quer saber mais sobre trends fads? Existem alguns sites interessantes onde pode-se fazer pesquisa sobre o tema:

Future Concept Lab
Cool Hunting
Observatório de Sinais
WGSN
Science of the Time

Por Eduardo Vilas Bôas
Professor de Moda do Senac SP

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *