!DOCTYPE html> insert_pixel_code_here

Como escolher o tecido certo para cada modalidade esportiva

Greice Verrone

Designer de Moda

 

Quando falamos em moda esportiva, pensamos em roupas de ginástica e fitness, mas o segmento é muito mais complexo do que isso. O mercado está em crescimento, pois as pessoas têm buscado melhorar sua qualidade de vida. Existem vários conceitos que pedem materiais e modelagens diferentes e, no post de hoje, vamos aprender a escolher o melhor tecido para cada modalidade esportiva para que você possa criar sua coleção.

 

Atividades Outdoor

Esportes como escalada, trail run, arborismo, trilhas, rapel e hipismo exigem tecidos com controle térmico, secagem rápida, antiodor, proteção solar e, claro, liberdade de movimento e durabilidade. Os tecidos com essas funcionalidades são: tecidos-bi componentes, tecidos planos, sarja e jeans funcionais.

 

Surfwear

Já quem prefere praticar esportes no mar, como o suf, water sky, windsurf, vela, standup e travessia, utiliza roupa em neoprene, ketten, 4ways, malhas naturais, tecidos planos lisos, sarjas, malhas flames e slubs. Assim como os esportes outdoor, esses atletas precisam de peças com controle térmico, secagem rápida, antiodor, liberdade de movimento e resistência ao cloro.

 

Training

Quem gosta de levantar pesos na musculação, suar muito nas aulas de spinning, ou ainda praticar corrida leve, danças, aeróbicos e ginástica funcional preferem usar peças em 4 ways, malhas com textura, jacquards, dupla face, mesh, body-maps, ribs e, com tanta energia sendo gasta, essas roupas precisam ter controle térmico, secagem rápida, evitar odor e também permitir uma boa liberdade de movimento e compressão.

 

 

 

 

Yoga e Pilates

Quem gosta de praticar esportes como yoga, pilates, tai chi chuan, meditação, alongamento e RPG, precisa de roupas confeccionadas em tecidos que permitam uma boa liberdade de movimento, já que a maioria deles trabalha a flexibilidade. Assim como nos outros esportes, essas atividades também exigem controle térmico, secagem rápida, antiodor e também um toque mais natural, como as malhas naturais, slubs, terry, malhas com corrosão e tecidos bi componentes.

 

Performance

Já os esportes de performance como, por exemplo, o cross fit, a corrida, o ciclismo, o triátlon e o MTB, são as atividades que mais usam a tecnologia têxtil. Mas não se preocupe que também ajudaremos você a escolher o tecido certo para essas modalidades esportivas. O 4ways, infravermelho, high compression, mesh, tecidos planos bi componentes, single knits, seamless são as melhores escolhas, pois, além do controle térmico, secagem rápida, antiodor, liberdade de movimento, compressão, proteção solar, eles permitem também a recuperação muscular e proteção contra o vento e a chuva.

 

Tendências de modelagens na moda esportiva para 2016

  • Top sobreposto – destacando a ideia de sobreposição;
  • Fechamento trançado – aplicado inclusive em calças, traz para as peças esportivas o fechamento do corselet com tirar trançadas;

 

  • Alças em X – principalmente frontais;

  •  Aberturas laterais – na altura da cintura até parte do quadril;
  • Recortes com efeito de sobreposições;
  •  Ombros à mostra;
  • Furadinhos localizados;
  •      
  • Furadões;
  •       
  • Debruns contrastantes;
  • Listras laterais nas calças – finas com efeito refletivos, largas ou bem largas;
  • Elásticos listrados – usado em detalhes;
  • Fechamento com botões de pressão nas calças;

 

Tendências de materiais para a moda esportiva 2016

Mescla – a mescla tradicionalmente era usada em moleton e remetia ao inverno, mas para deixar a mescla com cara de verão, basta mistura-las a cores claras.

 

 

Tecidos canelados –mesclar lisos com canelados e também utilizar canelados de diversas espessuras na mesma peça é uma forte tendência para 2016.

Cirrê – é o tratamento em que o tecido fica com aspecto de couro e quando misturado com outros materiais traz modernidade a peça.

Metalizado – principalmente na cor prata e marinho

Foil prata – é a utilização de prata na estamparia e nas aplicações em relevo no tecido .

 

 

Fitas refletivas – em listas ou recortes

 

Tafetás – (Tac tel) – Esse tecido é opaco, brilhante, plano e fica muito leve, pois é feito com fios muito finos. Hoje, o tactel tem 4 ways incorporado e proporciona elasticidade ao material.

Cetim – O cetim utilizado na moda esportiva não é o cetim de seda, mas sim a malharia com efeito cetim que deixa o estilo Urbanwear com cara de roupa de dormir.

Denin – será utilizado não só na legging, mas um denin mais leve, com absorção de suor, usado em shorts, calças e camisas com abertura.

Jacquard – em tom sobre tom, sem o volume do tradicional jacquard, com relevo liso e brilhante

Meshs – com diversos tamanhos de furos, em malharia ou tecido plano e, até, sobrepostos.

 

 

 

E você, aprendeu a escolher o tecido certo para cada modalidade esportiva? Qual o seu preferido? Conta pra gente nos comentários!

 

 

Saiba mais:

Tecnologia têxtil: estudante desenvolve revestimento para tecido termorregulador

Novos tecidos ampliam possibilidades da moda

Verão 2016: tendências para segmento masculino jovem

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *